Projeto Viva Rio Branco passa a ter ambulância para atender a população

 


O Projeto Viva Rio Branco ganhou um importante reforço na preservação e auxílio à saúde dos cidadãos mossoroenses. Agora, todos os domingos, uma equipe de socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e também da Cruz Vermelha, estará de prontidão para atender a população em alguma eventualidade médica das 16h às 19h, período que corresponde a programação dominical.


O veículo fará base na Rua Frei Miguelinho, entre as duas vias da Avenida Rio Branco, artéria que dá nome ao projeto. Trata-se de um posicionamento estratégico, pois além dos primeiros socorros, permite uma fuga rápida, sem problemas com o trânsito, em caso de necessidade de condução de alguma paciente até uma unidade hospitalar, como o Hospital Regional Tarcísio Maia, por exemplo.

A iniciativa é uma ação conjunta entre a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer e a Secretaria Municipal de Saúde e visa salvaguardar a vida dos frequentadores do espaço que corresponde parte do Corredor Cultural, no centro de Mossoró, durante suas atividades físicas e de lazer.

Foto: Fábio Oliveira/SECOM PMM

“O projeto Viva Rio Branco está atrelado a ideia de qualidade de vida com atividade física que repercute na saúde das pessoas e todo o apoio à iniciativa é importante. Esperamos que ninguém precise de ambulância, mas se caso surgir a necessidade ela estará lá à disposição”, disse Morgana Dantas, secretária municipal de saúde de Mossoró.

A primeira experiência com a presença da ambulância no Viva Rio Branco aconteceu no domingo passado, dia 31, e, embora não tenha sido acionada, já gerou uma sensação maior de segurança entre os frequentadores daquele espaço. “Foi uma grata surpresa. Achei legal, pois a gente se sente mais tranquilo, caso alguma coisa aconteça”, comemorou o comerciário Francisco Ferreira.

Para o secretário de esportes Júnior Xavier, a iniciativa é fundamental para salvaguardar a vida daqueles que aproveitam a programação do Viva Rio Branco para praticarem suas atividades físicas e de lazer.

“São pessoas de todas as idades, inclusive algumas com necessidades especiais, praticando suas atividades físicas aqui. O risco de um mal súbito ou até mesmo um acidente, por maiores que sejam os cuidados, existe. Nisso, os primeiros socorros são fundamentais para salvar vidas em situação de emergência. Daí a necessidade de uma ambulância e uma equipe profissional sempre de plantão. Não pouparemos esforços para isso”, justificou Júnior Xavier.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.