OMS aprova solução de testes rápidos para Covid-19 em regiões remotas


 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) aprovou um novo dispositivo de testagem para a Covid-19. O teste rápido promete entregar os resultados em menor espaço de tempo, além de solucionar os problemas de erro, de falsos negativos, uma vez que o atual teste rápido identifica apenas quando a pessoa já tenha criado anticorpos contra o vírus, podendo não fazer essa leitura nos primeiros estágios da doença.  


A nova ferramenta irá permitir que os profissionais de saúde possam aplicar melhores resultados mesmo em comunidades remotas, de acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). 


Ainda assim, o órgão ressalta que os testes de diagnóstico de PCR, que são altamente precisos e devem ser realizados em laboratório, continuam sendo o padrão ouro.


A OPAS também conduz um estudo piloto no Equador, El Salvador, México e Suriname. O objetivo é através do Fundo Estratégico da organização promover a cooperação técnica para a aquisição conjunta de medicamentos e suprimentos essenciais.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.