Mortalidade infantil cai na gestão Rosalba Ciarlini



 Nada mais apropriado para resolver determinado problema do que o olhar de quem realmente entende da área. Quando assumiu a Prefeitura de Mossoró em janeiro de 2017, a médica pediatra Rosalba Ciarlini encontrou uma realidade assustadora no que diz respeito à mortalidade infantil. No primeiro ano de gestão, a projeção que se tinha era a pior possível, já que a taxa de mortalidade estava em 12,43% para cada mil nascidos vivos. 


Para reduzir esse índice, a Prefeitura precisou repensar as práticas que eram direcionadas ao setor até 2016 e melhorou, substancialmente, a atenção direcionada às parturientes e às grávidas, com  destaque para exames pré-natal, primeira infância, promoção do aleitamento materno e alimentação saudável. 


Com isso, em dois anos houve redução no índice de mortalidade infantil para 9,24% em 2019.  O percentual de gravidez na adolescência em 2017 estava de 14,69%, em 2018 ficou de 12,5% e em 2019 houve um aumento desse percentual para 13,55%.


Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.