Publicidade topo

Mulher de advogado assassinado na Grande Natal é presa suspeita de participação no crime

A mulher do advogado Rubens de Azevedo Maia, de 67 anos – encontrado morto na segunda-feira (23) em uma estrada de terra na localidade de Cajupiranga, em Parnamirim, cidade da Grande Natal, foi presa suspeita de envolvimento no crime. A Polícia Civil também prendeu um homem apontado como executor do assassinato.

Segundo o delegado Carlos Brandão, titular da 2ª DP de Parnamirim, os dois suspeitos seriam amantes, e planejaram a morte do advogado para se apossarem dos bens da vítima.

A mulher e o homem foram presos ainda no início da semana, mas a elucidação do caso só foi divulgada à imprensa nesta quinta (26).

O crime

A mulher contou à polícia que chegava em casa com o marido em uma caminhonete Hilux, na noite do domingo (22), quando ambos foram abordados por dois criminosos armados. Ainda segundo ela, os assaltantes ordenaram que ela descesse do veículo, e depois fugiram levando o automóvel e o advogado.

Pouco tempo depois, Rubens foi encontrado morto em uma estrada de terra em Cajupiranga. Ele tinha marcas de tiros na cabeça. O carro foi achado cerca de 800 metros de distância.

*Via G1/RN / Imagem: Reprodução
Tecnologia do Blogger.