Publicidade topo

Mossoró Cidade Junina 2018 deve movimentar mais de R$ 47 milhões


Do Mossoró Notícias

Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (IPDC/Fecomércio RN), comprovou que o Mossoró Cidade Junina é incentivador do desenvolvimento local, através da movimentação de vários setores da economia. A edição de 2017 movimentou R$ 47 milhões ao longo de todo o evento. A expectativa e que o MCJ2018 supere a do ano passado, aquecendo diversos setores da economia.

A pesquisa mostrou que o gasto médio individual de turistas e visitantes em Mossoró durante o MCJ ficou em torno dos R$ 107 por dia e o dos moradores da cidade ficou acima dos R$ 46 por pessoa/dia.

Um dos exemplos da movimentação da cadeia produtiva de turismo é a rede hoteleira local. Os hotéis já registram aquecimento na procura por pacotes. A expectativa é que a rede esteja lotada durante os finais de semana de realização do evento. De acordo com o diretor da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH/RN), a perspectiva é de ocupação total nos finais de semana. “Antes do MCJ, o mês de junho era um dos piores para a rede hoteleira de Mossoró, hoje é um dos melhores”, afirma Gabriel Barcellos.

A informação confirma levantamento da Fecomércio no que se refere ao volume de turistas que chega a cidade durante o evento. Os dados apontam a presença de visitantes vindos dos estados do Ceará, Pernambuco, Bahia, Paraíba, São Paulo, Maranhão, Minas Gerais, Paraná e Sergipe. “Esse tipo de evento desperta nas pessoas a busca por lazer e entretenimento, acabam por contribuir com o desenvolvimento da economia local, uma vez que gera demanda por hotéis, pousadas, restaurantes, bares, comércio local e tantos outros serviços, o que resulta em mais emprego e renda para a população do município”, ressalta o último relatório da entidade.

Em 2018 o início de uma linha comercial de voos deve ampliar o publico vindo de outros Estados. “Temos uma perspectiva de ampliação do público de várias regiões do país também devido a confirmação do voo da Azul para o dia 13 de junho, em pleno evento, além de ser uma data muito importante para os nossos festejos, pois se trata do dia histórico da resistência”, confirma o secretário de Cultura, Eduardo Falcão.

Outro fator apontado por Falcão que deve se refletir em maior público para este ano foi a antecipação da divulgação das atrações. “Além de mais tempo para planejar o Mossoró Cidade Junina, priorizamos lançar com antecedência as atrações, o que facilita para quem quer se programar e ainda para as agências de viagens comercializarem pacotes de acordo com os cantores e bandas”, complementa.

A abertura oficial do Mossoró Cidade ocorre no próximo dia 02 de junho, com o Pingo da Mei Dia.

Foto: Reprodução
Tecnologia do Blogger.