Publicidade topo

Emprego formal tem melhor abril em cinco anos com criação de 115,8 mil vagas


Da Folhapress

O Ministério do Trabalho divulgou nesta sexta-feira (18) que no mês passado foram criadas 115,8 mil vagas com carteira assinada no Brasil, o melhor abril desde 2013.

Segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), com o resultado do mês passado as admissões superaram as demissões em 336,8 mil postos de trabalho formais no acumulado do ano.

O presidente Michel Temer comemorou os números na sua conta em rede social.

"É inquestionável. Tivemos cerca de 115 mil empregos de carteira assinada criados em abril. Os defensores da crise perderam. O otimismo voltou", afirmou.

Todos os setores e regiões do país criaram vagas.

O melhor desempenho, segundo os dados, foi o do setor de serviços, que abriu 64,2 mil postos de trabalho. 

Em segundo lugar, vem indústria da transformação, que criou 24,1 mil vagas, com destaque para a indústria química de produtos farmacêuticos, veterinários e perfumaria (+8,7 mil postos) e a indústria de produtos alimentícios, bebidas e álcool etílico (+7,8 mil vagas). 

Construção civil, comércio, agropecuária, administração pública, indústria extrativa mineral e serviços industriais de utilidade pública criaram, nessa ordem, 14,3 mil, 9,2 mil, 1,5 mil, 980, 720 e 581 vagas formais. 

A região que teve o melhor saldo positivo de vagas foi a Sudeste, com 78 mil vagas. No Centro-Oeste, o crescimento foi de 15,7 mil postos, no Sul, de 13,2 mil, no Nordeste, 4,4 mil, e no Norte, 4,3 mil.

REFORMA TRABALHISTA

O Ministério do Trabalho também divulgou dados das categorias criadas pela reforma trabalhista.

Na modalidade trabalho intermitente, houve um saldo positivo de 3,6 mil postos de trabalho. Já o trabalho em regime de tempo criou 2,5 mil vagas. 

O número de desligamentos por acordo entre patrão e empregado totalizou 12,2 mil.

Foto: Reprodução
Tecnologia do Blogger.