Publicidade topo

Segurança Pública de Mossoró avalia como positivo primeiro mês da Operação Ronda Integrada


Há pouco mais de 30 dias a cúpula da Segurança Pública de Mossoró iniciou, com o apoio de 30 homens da Força Nacional, um projeto piloto de combate à criminalidade em todas as regiões do município. A ideia é unir tecnologia com a força policial disponível, resultando na maior eficácia do trabalho. Nesta quinta-feira, 5, os comandantes da PM e delegados avaliaram os resultados da denominada “Ronda Integrada” como satisfatórios.

A Operação consiste na atuação em conjunto das polícias Militar, Civil e de Trânsito em todas as áreas da cidade, com o suporte da tecnologia, no caso do sistema de rádio digital e georeferenciamento das áreas com maior registrado de crime na cidade.

O delegado Cleiton Pinho destaca que a metodologia de trabalho aplicada é bastante eficaz e tem gerado bons resultados.

“Sabemos da dificuldade de recursos que os estados tem, principalmente para a segurança pública, e essa metodologia de trabalho, embora tenhamos diminuído a quantidade de policiais, nós conseguimos trabalhar com eficácia e eficiência porque nós passamos a trabalhar com georeferenciamento, com manchas de criminalidade, verificando como é que se comportam, trabalhando exclusivamente com a parte ostensiva num primeiro momento e em seguida estaremos com trabalho mais pontuais, como cumprimento de mandados de prisão, é uma operação que está dando certo, teve um fator muito importante de atuação em Natal, aqui em Mossoró está sendo muito bem avaliado”, afirmou Cleiton Pinho.


O delegado informa que este modelo de atuação das polícias está, inclusive, sendo levado pela Força Nacional para Brasília, e será avaliado pelo Ministério da Segurança Pública, para possível aplicação nos demais estados brasileiros.

“Há um tempo a polícia ostensiva deixou de fazer blitz, de fazer barreiras, e esse trabalho foi resgatado da presença do policial junto à comunidade, conversando, interagindo, fazendo seus atos de polícia ostensiva, bem como também utilizando as ferramentas para nós que tenhamos o comando e o controle da forma que está sendo aplicada a nossa escassa força de segurança pública”, afirmou.

O Comandante do 12º Batalhão da Polícia Militar, Major Jailson Andrelino destacou a redução das chamadas manchas criminais – locais onde é registrado o maior número de crimes, durante a implantação do novo método de trabalho. Os locais são divididos por áreas verdes, amarelas e vermelhas. Esta última é o nível mais grave de índice de violência, como assaltos e homicídios. Estas manchas são formadas de acordo com os dados recebidos pelo Centro Integrado de Operações da Polícia (CIOSP).

Em vídeo, Major Andrelino explica como a tecnologia tem ajudado na Operação:


Participaram da coletiva de imprensa o Comandante do 12º BPM, Major Jailson Andrelino; Comandante do 2º BPM, Major Luiz Maximiliano; delegado Cleiton Pinho, delegado regional Denis Carvalho, Comandante da Polícia Rodoviária Estadual, Major Manoel Lima.

 Mossoró Hoje
Foto: Cezar Alves
Tecnologia do Blogger.