Publicidade topo

Morte de Martin Luther King, líder da luta contra o racismo, completa 50 anos


Há exatamente 50 anos, Martin Luther King Jr era assassinado em um hotel em Memphis, no Tennessee, nos Estados Unidos.

Pastor da Igreja Batista e doutor em Teologia, ele se tornou um dos principais líderes norte-americanos na luta dos negros pelo fim da segregação e por igualdade, em um país no qual o racismo era permitido em lei.

Mais de um século após o fim da escravidão nos Estados Unidos, legislações mantinham a segregação nos ônibus, em escolas, restaurantes e banheiros.

King lutou pelo direito ao voto dos negros, que enfrentavam enormes obstáculos em alguns Estados, e chamou para si a briga por acesso a empregos dignos e a serviços públicos.

Em 1964, se tornou a pessoa mais jovem a receber o Nobel da Paz, em reconhecimento à liderança e resistência não violenta contra o preconceito racial. O pastor também criticava duramente o Governo e era contra a guerra do Vietnã.

Na semana em que foi assassinado, Martin Luther King viajou para Memphis, no Tennessee, onde participaria de uma marcha.

Em 3 de abril, o pastor sentiu-se mal e desistiu de um discurso que faria em uma igreja de Memphis, porém, foi convencido a participar e fazer aquele que seria o último discurso.

No dia seguinte, 4 de abril, ele se preparava para jantar quando deixou o quarto e foi para a varanda do hotel Lorraine. Mal sabia ele que estava na mira de uma arma. King foi atingido por um tiro no queixo e declarado morto horas depois, no hospital.

O fugitivo da penitenciária Estadual do Missouri, James Earl Ray, confessou ter feito o disparo mas, dias depois, negou o assassinato.

Ele morreu na prisão em 1998. Para a família de King, uma conspiração envolvendo o governo norte-americano foi responsável pela morte.

O funeral de Martin Luther King Jr foi acompanhado por milhares de norte-americanos. O corpo foi velado e sepultado no Centro Martin Luther King Júnior, na Geórgia.

Em 1986, foi estabelecido um feriado nacional nos Estados Unidos chamado de Dia de Martin Luther King. É comemorado toda terceira segunda-feira de janeiro, data que costuma ser próxima ao dia 15, aniversário de nascimento do líder norte-americano.

Jovem Pan
Foto: Rowland Scherman
Tecnologia do Blogger.