Publicidade topo

Lula deve se pronunciar uma hora antes do prazo para se entregar


O ex-presidente Luiz Inácio Lula deve fazer um discurso às 16h desta sexta-feira, uma hora antes do prazo dado para que o petista se entregue à Justiça. Lula continua em uma das salas do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em Guarulhos, para onde foi depois que o juiz Sérgio Moro decretou sua prisão.

As frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, formadas por movimentos populares como a CUT, o MST e o MTST, se reuniram no começo da tarde e fecharam um documento em que pedem a Lula que não se entregue.

O ex-presidente está reunido com advogados para decidir o que fazer. A advogada Waleska Zanin, que atua no processo do tríplex, chegou à sede do sindicato pouco antes das 13h e está numa sala com o líder petista.

Mais cedo, a ideia que prevalecia era a de não se entregar, segundo aliados. De acordo com a assessoria de imprensa do ex-presidente, a única definição oficial é que ele não irá a Curitiba voluntariamente, como está escrito no despacho de Moro, e que aguarda o resultado de um pedido de habeas corpus que sua defesa fez ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

– A ordem de prisão de Lula é injusta, que fere a Constituição, a democracia e representa setores do Judiciário se comportando como partido político. É inadmissível. A posição dos movimentos sociais é a de resistência – disse Guilherme Boulos, líder do MTST e pré-candidato a presidente pelo PSOL.

O Globo
Foto: Reprodução
Tecnologia do Blogger.