Publicidade topo

"Minha vida está destruída", diz mossoroense que abandonou casa e trabalho após filmagem de execução no Santo Antônio


O mecânico Robson Gomes entrou em contato com a Redação do MOSSORÓ AGORA para pedir ajuda. Segundo ele, uma situação inesperada arruinou sua vida e de sua família. 

O mesmo conta que há mais de 5 (cinco) meses teve que abandonar sua residência, seu trabalho, a cidade de Mossoró e que hoje vive escondido, em casa de parente, depois que um crime de homicídio foi filmado de dentro de sua casa e o vídeo foi amplamente divulgado em redes sociais, blogs e sites de notícias.

O caso aconteceu no dia 26 de setembro de 2017, na rua Chico Tonico, bairro Santo Antônio, em Mossoró/RN. Na ocasião, o ex-presidiário Fernando Bezerra da Silva, 26 anos, conhecido como 'Mamosa', foi baleado, tentou se refugiar dentro de um prédio comercial, mas sem êxito, pois, ao perceber que o alvo continuava vivo, o atirador voltou em uma motocicleta e terminou a execução que foi filmada. 

O vídeo chocante do crime viralizou nas redes sociais. A partir dali, Robson conta que pessoas, certamente envolvidas com o homicídio, as quais ele diz desconhecê-las, descobriram de onde foi feita a filmagem - que partiu da sua residência - e passaram a persegui-lo, segundo ele, para matá-lo por causa da divulgação do vídeo.

Robson garante que NÃO É AUTOR do vídeo e que se quer compartilhou-o em redes sociais. Segundo ele, um vizinho fez a filmagem que acabou indo parar nas redes sociais. Robson explica que, apesar da filmagem ter sido feita de dentro de sua residência, tratou-se de uma situação a qual fugiu completamente do seu controle, uma vez que, no momento da ocorrência, sua residência foi literalmente invadida por curiosos, sendo um destes responsável pela filmagem da execução e divulgação do vídeo. Robson argumenta ainda que, diante da tensão gerada pela ocorrência, ele não teve como imaginar que alguém estava registrando o fato em vídeo, de dentro de sua residência, para posteriormente divulgar em redes sociais. 

Robson diz que desde o ocorrido tem se esforçado para fazer chegar ao conhecimento público a sua versão, inclusive, segundo ele, procurar a Redação do MOSSORÓ AGORA foi mais uma forma que ele encontrou para buscar apoio das autoridades, com o intuito de poder esclarecer a situação e voltar a ter uma vida normal com a sua família. Robson diz que, até então, todos os veículos de comunicação os quais ele procurou lhe negaram qualquer ajuda, por temerem envolvimento com o caso.  

"Minha vida está destruída. Não é fácil você ter sua residência, seu próprio negócio, conquistados de forma digna, com muito trabalho, e por causa de irresponsabilidade de terceiros você se ver numa situação onde você não poder voltar para sua casa com sua família e retomar sua vida. E o pior é que tem sido muito difícil encontrar apoio para esclarecer essa situação, alguém que me ajude a fazer com que minhas explicações cheguem a quem quer que seja, que pensa que sou o autor daquela filmagem", desabafou Robson Gomes. 

Da Redação




Tecnologia do Blogger.