Publicidade topo

Julgamento do habeas corpus de Lula deve ser marcado por protestos em Brasília


Apoiadores de Lula e grupos contrários ao petista prometem grandes mobilizações na semana que vem, em Brasília. O motivo é a retomada do julgamento do habeas corpus preventivo no STF, na quarta-feira, dia 4 de abril.

A Secretária da Segurança Pública do Distrito Federal espera receber, pelo menos, 30 mil manifestantes – incluindo tanto militantes petistas como opositores. A porta-voz do movimento Nas Ruas, Carla Zambelli, ressalta que os protestos não são apenas contra Lula. “É o precedente que ele abre para que centenas, ou talvez milhares de pessoas, que foram presas nos últimos dois anos. Com essa resolução do STF, da prisão em segunda instância, e que agora revertendo o assunto possa soltar não só os bandidos de colarinho branco, mas também estupradores, assassinos e traficantes de drogas. Não é possível, que o Lula passou na frente de cinco mil habeas corpus que estavam parados no STF. Por que ele tem que ter o privilégio de ser julgado antes? Por que ele tem que ter o privilégio de não ser preso em segunda instância? Não, a lei tem que ser para todos”, declarou Carla.

A expectativa dos movimentos Brasil Livre e Vem pra Rua é de que 15 mil pessoas compareçam à manifestação contra Lula em Brasília. Já o PT espera reunir 10 mil militantes. Por isso, a preocupação da Secretaria da Segurança Pública do Distrito Federal é com a possibilidade de confrontos entre os grupos rivais.

Jovem Pan Notícias
Foto: EFE/Paulo Fonseca
Tecnologia do Blogger.